terça-feira, 3 de outubro de 2017

Ainda bem que não posso!

Ah! Se eu pudesse!
Mandaria meus algozes (são muitos!) para o "raio que os parta"! Mas graças a Deus que não posso! Fico aqui, maquinando um jeito de dar bastante raiva a "eles" com a única arma que o Pai Celeste me deu: FELICIDADE!

Ainda bem que não consigo!
Mandar todos pra bem longe, da mesma forma como tentaram (só tentaram!), e separar, todos que em culunho se reuniram pelo meu fim. Fico só imaginando, que por mais que tenham tentado, apenas uniram-me mais ainda aos meus VERDADEIROS amigos!

Queria sentir Muita Raiva!
Mas ao invés disso, sinto muita PENA...
O sentimento mais desprezível, é o que eles conseguem despertar desse meu coração: ao invés da tristeza que tentaram me impor.

Tenho desprezo pela fraqueza destes...
Homens (se é que podem ser definidos dessa maneira), pessoas que se vendem e vendem os outros por medo de sair de seu "LOST". Homens que mais parecem ratos: sujos, nojentos, e não confiáveis.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

A rosa e a dor

Passei e senti teu cheiro,

Atraído, arranquei-te do chão...

Naturalmente, teu espinho me furou

E tu Invadida por meu sangue, na ferida que abri em ti

E ficamos assim, pelo espinho sangrando, e você ferida de morte em minhas mãos...

Tentei sanar meu erro, num vaso de cristal te coloquei

Te cerquei com a água das minhas fontes

No centro do meu coração te botei

Meu esforço apenas te deu uma falsa vida, sem perceber que aos poucos se esvaía

Tuas pétalas murchavam, Teu caule frágil enrrugava, com a água que busquei pra te salvar

Aos poucos, caíram: pétalas, folha, beleza e sustento...

Com a mão ferida, marcada por teu espinho tentei ver e restaurar a beleza que invadiu meus olhos, o cheiro que dominou minha mente, a dor que feriu meu coração

Mas não estavas mais alí,  o que mais forte tinha eram lembranças,

Não havia imagens, tua beleza preservava com o olhar, guardava no coração

Mas fora do teu chão, ressecasse, ferida, murcharsse, mesmo imersa em minhas águas desfinhastes...

Mas ainda te busco, querendo mais de tudo que me atraiu, me encantou, me machucou...

Guardo tua dor impressa no ato do meu toque, e sinto meu sangue que te invadiu, fechado em tua cicatriz.

Sinto que isso é o mais perto que temos um do outro: DOR, a dor de perder por amar,  e por demais  se entregar.

sábado, 15 de julho de 2017

Militares

Dizem que militares são Arbitrários... mas que ironia! As ultimas demonstrações de arbitrariedades que vejo advem do LEGISLATIVO, JUDICIÁRIO, EXECUTIVO... todos esses tratando os militares como uma ameaça vigente aos seus poderes.

Dizem que militares são Soberbos... mas que absurdo! São as togas e gravatas, que berram em tribunas e palácios que o poder não mais emana  do povo, para o povo e pelo povo! Que não cuidam de suas doenças no SUS, nem educam seus filhos na REDE PÚBLICA DE ENSINO! que brincam seus CARNAVAIS EM CAMAROTES OPEN BAR, e avistam de longe os foliões, descendo até eles não menos que na companhia de oito ou dez seguranças bem treinados e armados!

Dizem que militares são truculentos... Truculencia é roubar verbas publicas, receber propina para favorecer empresas com obras de governo, é permitir que estradas virem buracos  a ceu aberto, é deixar de educar a criança e socorrer o idoso, é enganar o povo com verbas bipartidas em beneficios transitórios, incentivar a vadiagem, a falta de controle de natalidade, e o endivdamento irresponsavel para massagear o ego do comercio, e engoradar banqueiros com emprestimos abertos com juros abusivos para aposentados e pensionistas...
Até agora não vi, escutei ou li, que algum Militar que em exercicio de seus cargos, tenham recebidos dolares em cuecas, malas, propinas, ou terem favorecidos empresas em obras governamentais...

Mais sabe porque acusam os militares?

Porque são éticos, com disciplinas regradas por um regime que os fazem leais, mesmo estando em desvantagem, desfavorecimento ou constrangimento...

Porque sabem, que apartir do momento que  os militares possuirem o poder novamente, o culpado será culpado, e o inocente terá vez, que vagabundo não será valorizado e ladrão não vai poder contar com verba publica em sua defesa.

Por isso enfraquecem, sucateiam, desmoralizam, desmerecem, e ridicularizam estes homens que usam farda, que de fato representa a Defesa da Nação e do interesse do Cidadão de Bem, mas que ameaçam o Mal Elemento, esteja ele Descalço ou de Toga!

Dizem que Militares não pensam, apenas obedecem... De fato! Não pensamos em nosso conforto, quando o assunto é OBEDECER NOSSA MISSÃO!

Somos Militares! Somos varias Legiões: do Ar, do Mar, e da Terra! Estamos nas fronteiras, nas florestas, nas cidades! Somos Federais e Estaduais, somos milhões! Marchamos em bloco! Erguemos a Paz como nossa Bandeira! Nessa missão não somos varias Legiões, somos Guerreiros da Nação!

Somos Filhos da Patria Amada, por Ela morremos, e Dela somos a esperança! A servimos, abaixo de Deus, por amor a Nação, nosso Lar, Berço explendido Brasil!

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Fuja da Lei do Não Envolvimento

Estive pensando sobre os últimos dias, e cheguei a péssima conclusão que somos vitimas de um contexto de exibição de força e demonstração de atos de covardia;

Aqui no BRASIL prevalece, entre OS PEÕES, a Lei do NÃO ENVOLVIMENTO, vou explicar melhor como funciona:

Se você é um ZÉ NINGUÉM, DO POVO, que possui sua opinião formada, e não têm medo de fazê-la conhecida, duas coisas pode lhe suceder: Hostilização e Isolamento.

É claro que esses dois eventos não vão ocorrer da classe dos peões, pelo menos, a hostilização virá dos PODEROSOS, e dos seus companheiros PEÕES, o isolamento.

Funciona assim, você fala o que pensa, mesmo que seja em defesa ou melhoria das condições de trabalho de TODOS, muitos dão-lhe tapinhas nas costas, falam que "você está certo", mas, ao mesmo tempo, vão se afastando de você, lhe deixando de lado, não interagem com suas COLOCAÇÕES, nem ao menos respondem suas perguntas de nível profissional, esse éo primeiro estágio do ISOLAMENTO;

É óbvio que isso acontece como uma forma natural de Auto-defesa, mas em qualquer lugar isso é chamado de COVARDIA, FALTA DE COMPANHEIRISMO E FALTA DE ESPÍRITO DE CORPO... Lamento muito que isso seja sentido dos nossos pares, pessoas que dividem conosco o amargo gosto da falta de respeito e desumanidade.

Porém esse ISOLAMENTO é compreendido devido a HOSTILIZAÇÃO que parte do PATRONATO.

Falou o que é certo? Prepare-se! Você será alvo de seus superiores, que farão de tudo para tornar seu trabalho um INFERNO, para isso eles manipularão Setores, Supervisores, Colegas...  mas isso já era o esperado: se falamos o que queremos, amargamos o que não queremos.

Daí se explica como começa a acontecer essa lei do NÃO ENVOLVIMENTO. Pessoas simplesmente passam a lhe ignorar, falam com você o trivial, e caso não procedam dessa forma, vão sofrer as consequências...

Estive analisando isso, e em um certo dia quando sai cedinho para correr meus Km's de saúde, nas margens de valas e canais, me deparei com nuvens de mosquitos.

Eram bichos minúsculos, tão pequenos que ao entrar em contato com a nossa pele, morriam por não possuírem forças para se livrar do suor que acaba lhes afogando...

Contudo, ao mesmo tempo que percebi essa insignificância desses bichinhos, fui incomodado por centenas, ou porque não dizer Milhares deles, que em formação de nuvem, me obrigavam a sair de meu trajeto, ou então, eu seria atingido em cheio nos olhos, nariz, boca, ouvidos, porque, apesar de serem tão pequenos, eles eram tantos, e tão UNIDOS que não poderia enfrenta-los, mesmo sendo centena de vezes mais rápido, pesado e maior que TODOS eles.

Isso traz-nos uma lição que não podemos esquecer: a União faz a força.

Enquanto formos mosquitos isolados, não poderemos exigir melhoras, nem ao menos fugir da LEI DO NÃO ENVOLVIMENTO, porém, a partir do momento que entendermos que a COVARDIA é a maior arma que fornecemos aos nossos Hostilizadores, passaremos a suplantar essas nossas atitudes covardes e entraremos em formação de nuvem, incomodando, forçando o gigante a mudar de ROTA, mesmo que muitos não escapem do confronto, ao menos estaremos livres do estigma de sermos COVARDES, FROUXOS E CAPACHOS.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Justiça?

O que é a justiça?
Quem sabe dizer onde ela está?
Como é o seu jeito?
Como a podemos alcançar?

Ter direito não traz sua companhia
É mais fácil dela se desesperançar
A justiça não nos dá mais a força
Do gosto da vida, ela traz o amargar

Justiça, cega de ofício!
Com tua balança, o berço da injustiça
Pendes certo para o errado andar

Justiça que o crime discrimina
O Líquido é que estamos sem teu sol,
O Certo é que estamos pra acabar