terça-feira, 19 de julho de 2016

Batalha do Desejo

Não foi por te olhar, pode acreditar
Tudo que falo agora já tinha para falar;
apenas expresso minhas palavras,
Sem intenção de te tocar.
Beleza de alma guerreira
Expusestes tuas forças mais profundas
mostrando toda pureza
Buscando teu amor nas lacunas.
Esmago meu desejo no peito
escondido feito bandido no bosque,
Não falo mais do meu desejo ardente
Não deixo que no meu amor  tú encostes.
Segue teu caminho alma valente!
Vive tuas guerras, constrói o teu forte,
Levanta tuas trincheiras, te cerca de sorte,
Te protege do meu fogo, não deixes que eu te toque!
Sou teu erro mais profundo
Teu segredo no quarto escuro
Tua teimosia, tua agonia
Tua eterna valentia
Sei que acabou… Acabou?
Só sei que sinto dor
Dor de ter tropeçado em ti
dor de ter encontrado teu amor.